A “marcha para Jesus” como rito de inversão: uma análise em Florianópolis

Eduardo Guilherme de Moura Paegle, João Klug, Selvino José Assmann

Resumo


O artigo tem o objetivo de analisar aspectos do protestantismo a partir do triângulo ritual brasileiro proposto pelo antropólogo Roberto DaMatta. Dessa forma, buscamos entender o rito de inversão, com a análise da “Marcha para Jesus”.


Palavras-chave


Marcha para Jesus; rito; protestantismo

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.22351/nepp.v21i0.8


Direitos autorais

 

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional

 ISSN 1678-6408


Rua Amadeo Rossi, 467
Morro do Espelho - São Leopoldo - RS - Brasil
CEP 93.030-220 - Tel.: +55 51 2111 1400