A autocompreensão e a representação do divino a partir de um olhar multidisciplinar

Marcos André Scussel

Resumo


O presente artigo busca refletir sobre a representação de Deus a partir de uma pesquisa com estudantes do Curso Normal dialogando com a Teologia de Tillich e outras ciências. Sabe-se que a relação que o homem estabelece com o sagrado e com o divino é significativa, e  alguns cientistas chegam a se perguntar se não haveria um "ponto divino" em nosso cérebro. Ao longo da história, muitas ciências buscaram compreender esse mistério e a relação que o homem estabelece com o transcendente. Essa dimensão, que por muito tempo ficou relegada às religiões e à Teologia, separando o sagrado do profano, volta a ser estudada por outras áreas do conhecimento. A autocompreensão e a relação com o divino acontecem no diálogo e na integração das diferentes dimensões da vida humana e das diferentes áreas do conhecimento.

Palavras-chave


Deus. Inteligência espiritual; Fé; Autocompreensão

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.22351/nepp.v28i0.227


Direitos autorais

 

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional

 ISSN 1678-6408


Rua Amadeo Rossi, 467
Morro do Espelho - São Leopoldo - RS - Brasil
CEP 93.030-220 - Tel.: +55 51 2111 1400