A gênese e as contradições da Festa de Nossa Senhora do Rosário, estudo de caso: a festa do congado na cidade de Uberlândia/MG – Brasil

Daniele Araújo Ferreira, Mônica Arruda Zuffi

Resumo


A cidade de Uberlândia localiza-se na mesorregião do Triângulo Mineiro/Alto Paranaíba, sendo município de referência em toda região. Possui a Festa do Congado como patrimônio cultural, iniciando no final do século XVIII, sendo que somente em 1916 a comunidade negra consegue realmente organizar a Irmandade do Rosário. A Irmandade possui 24 ternos, cada um contendo aproximadamente 80 dançadores. "A Festa do Congado tornou-se Patrimônio Cultural da Cidade de Uberlândia" registrada como Patrimônio Imaterial Municipal pelo Decreto n. 11. 321, de 29 de agosto de 2008. Registrado no Livro das Celebrações, Inscrição I, p. 03. Verificamos com as visitas realizadas que o perfil do congadeiro é de pessoas que possuem uma renda mensal de um salário mínimo, habitam normalmente em áreas periféricas da cidade, e todos eles receberam como herança dos pais a devoção por Nossa Senhora do Rosário.

Palavras-chave


Uberlândia; Congado; Patrimônio cultural e Irmandade

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.22351/nepp.v26i0.220


Direitos autorais

 

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional

 ISSN 1678-6408


Rua Amadeo Rossi, 467
Morro do Espelho - São Leopoldo - RS - Brasil
CEP 93.030-220 - Tel.: +55 51 2111 1400